BELO HORIZONTE – O Consórcio Voa São Paulo foi o vencedor da licitação pelos aeroportos de Campinas (Campos dos Amarais), Jundiaí, Bragança Paulista, Itanhaém e Ubatuba, e está habilitado para administrar e operar os cinco ativos, segundo a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (ARTESP).

LEIA TAMBÉM: Praia de Copacabana recebe Esquadrilha da Fumaça neste sábado

Em nota, a Artesp alega que “a Comissão Especial de Licitação avaliou toda a documentação apresentada pelas cinco empresas que compõem o Consórcio sob aspectos jurídicos, econômico-financeiros, trabalhistas, fiscais e técnicos, e constatou que a licitante atende a todos os requisitos estabelecidos em edital”.

A abertura das propostas pelos aeroportos ocorreu na sexta-feira (17), e o consórcio venceu a disputa ao oferecer uma outorga de R$ 24,439 milhões, um ágio de 101% em relação à outorga mínima de R$ 12,159 milhões. O projeto prevê que, ao longo dos 30 anos de contrato, a concessionária deverá investir cerca de R$ 93 milhões em melhorias nos aeroportos. Além das atividades aeroportuárias, o investidor poderá explorar a capacidade imobiliária e de oferta de serviços.

Do total de investimentos, cerca de R$ 33,6 milhões serão concentrados nos quatro primeiros anos. Desse total, cerca de R$ 15,78 milhões serão aplicados no Aeroporto de Itanhaém, R$ 20,46 milhões no de Jundiaí, R$ 10,54 milhões no de Bragança Paulista, R$ 18,27 milhões no de Ubatuba, e R$ 28,6 milhões no de Campinas.

Redação – Aeroagora

- Anúncio -
RWY
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here