BELO HORIZONTE – O International Brazil Air Show (IBAS) recebeu pela primeira vez o seminário Woman in Aviation. Molly Martin, Diretora de divulgação internacional do programa, diz estar confiante e determinada na missão de promover iniciativas entre mulheres jovens: “Todos os anos faremos esse encontro, cada vez num lugar diferente do mundo”.

LEIA TAMBÉM: Azul é a companhia aérea mais pontual em Manaus, segundo INFRAERO 

A Dra. Fang Liu, Primeira Secretária-Geral da International Civil Aviation Organization (ICAO), esteve presente no seminário e reforçou: “Queremos fazer com que escolas e universidade despertem em suas jovens o interesse pela aviação, para que elas sejam encorajadas a ocuparem seus espaços nesta área”.

Apesar das mulheres terem alcançado muito espaço na aviação, no Brasil elas ocupam apenas 1,88% dos assentos de comandantes e de copiloto e representam apenas 0,8% de todas as licenças válidas atualmente em comparação com os homens, segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). A copiloto Patricia Ramanauskas conta que “antigamente o preconceito era bem maior, mas ele ainda continua latente. Já vivi episódios que minha competência foi colocada em cheque por ser mulher e por ser relativamente nova. Mas vejo com bons olhos o futuro das mulheres na aviação, aos poucos temos conquistado espaço e respeito”.

Para a Dra. Fang Liu, “estratégias e ações concretas precisam ser tomadas por governos, organizações internacionais, bem como reguladores e operadores de companhias aéreas e aeroportuárias. Como Primeira Secretária-Geral da ICAO, serei guiada por esta Resolução e assegurarei que a nossa Organização tome medidas concretas para melhorar a igualdade de gênero internamente e a nível mundial”, completa.

Redação – Aeroagora

- Anúncio -
RWY
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here