Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

SÃO PAULO – Um cão farejador foi abatido pela policia após escapar de seus treinadores e causar confusão na pista de decolagem no Aeroporto de Auckland (AKL) na Nova Zelândia. Os pilotos se recusaram a arriscar a segurança dos passageiros com o cão correndo pela pista.

LEIA TAMBÉM: Boeing planeja demissões em maio

Grizz, um cão policial que tinha dez meses de idade, estava em treinamento e escapou às 4h da ultima sexta feira (18) e permaneceu solto por três horas, de acordo com a porta-voz do aeroporto, Lisa Mulitalo.

“O cão estava claramente angustiado e não deixou ninguém chegar perto, então foi tomada a decisão de atirar no cachorro”, disse Lisa.
Dezesseis voos domésticos e internacionais foram atrasados por razões de segurança no aeroporto mais movimentado do país, enquanto o cão estava solto.

O aeroporto havia inicialmente anunciado em uma rede social que Grizz tinha sido pego, porém, mais tarde, postou um esclarecimento dizendo que o cão havia sido baleado.
Pessoas questionam se procedimento que resultou na morte do cão Grizz foi desnecessário. De acordo com o jornal New Zealand Herald, Grizz não estava na pista de decolagem, mas no perímetro exterior do aeródromo.

Os funcionários do aeroporto tentaram pegá-lo por três horas sem sucesso antes de instruir a polícia para atirar nele.
A página do aeroporto de Auckland no Facebook foi inundada com postagens criticando a morte do cão como uma “perda completamente desnecessária”.

Redação – Aeroagora

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
- Anúncio -
RWY
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here