Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

BELO HORIZONTE – As famílias dos Emirados Árabes Unidos que controlam as companhias aéreas Emirates e Etihad Airways mantiveram conversas sobre a possível fusão entre as duas companhias.  As transportadoras do Golfo estão passando por momentos turbulentos após anos de crescimento e expansão. Ambas estão lutando com a queda dos lucros e uma indústria em mudança.

LEIA TAMBÉMIBAS confirma novas aeronaves para exposição

A possibilidade de consolidar as duas grandes transportadoras estatais não seria fácil e exigiria uma enorme quantidade de esforço, mas claramente não está fora de questão. Em 2016, a Etihad diise que “não está sequer considerando cenários que incluam uma associação mais próxima, muito menos uma fusão com a Emirates e que não haveria negociações entre as duas empresas.”

A Emirates anunciou uma queda de 75% nos lucros entre julho e novembro de 2016. A Etihad anunciou, no final do ano passado, que avaliaria sua estratégia global, enquanto continua batalhando com as perdas persistentes registradas na companhia aérea alemã Air Berlin e na italiana Alitalia.

As linhas aéreas do Golfo estão atingindo seus limites e devem mudar suas operações para permanecerem competitivas. A Lufthansa e Etihad anunciaram, em fevereiro de 2017, um compartilhamento de voos de Frankfurt (FRA) para o Rio de Janeiro (GIG) e Bogotá (BOG).
Gerald Wissel, da agência de consultoria de aviação Airborne Consulting, afirma que “economicamente e estrategicamente, uma cooperação ou, talvez, fusão entre Etihad e Emirates, sem dúvida, faria sentido, mas muitas sensibilidades nacionais teriam de ser superadas. Não é um tópico simples”.

Redação – Aeroagora

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
- Anúncio -
RWY
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here