Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

RIO DE JANEIRO – Peritos da Aeronáutica e da fabricante do Eurocopter/Helibrás AS 350B3 Esquilo da Polícia Militar do Rio de Janeiro (PR-IDR), que caiu no último dia 19 de novembro na Zona Oeste da capital fluminense, não encontraram marcas de tiros na fuselagem da aeronave, de acordo com reportagem publicada no Jornal O Globo.

LEIA TAMBÉMDecreto Legislativo impede cobrança de bagagens despachadas


Com esta afirmação, foi descartada a hipótese de que traficantes teriam causado a queda do aparelho, bastante forte à época. Quatro policiais militares morreram no acidente. Também ao O Globo, peritos do Instituto Médico Legal confirmaram que nenhuma marca ou perfuração provocado por projétil de arma de fogo foi encontrado.

O laudo da necrópsia, já concluído, será encaminhado à Força Aérea Brasileira e aos policiais da Divisão de Homicídios da Polícia Civil. O helicóptero caiu às margens de uma das avenidas mais movimentadas da Zona Oeste, próximo à Linha Amarela, via expressa que liga esta região à Zona Norte do Rio de Janeiro. Os policiais que estavam a bordo davam auxílio à uma operação policial na Cidade de Deus.

A época do acidente, o helicóptero estava em situação regular junto à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

Redação – Aeroagora.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
- Anúncio -
RWY
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here