JANET: A empresa aérea secreta da Área 51

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

VITÓRIA – No aeroporto de Las Vegas (ICAO: KLAS , IATA: LAS),existe uma frota de aviões que passou despercebido por muitos,mas ao longo do tempo começou a atrair os olhares dos fanáticos pela Área 51 e dos amantes da aviação. A JANET Airlines,que para alguns significa “Just Another Non Existent Terminal” (Somente mais um terminal que não existe) ou “Joint Air Network for Employee Transportation” (“Rede aérea conjunta para transporte de empregados”) tem como principal HUB o Aeroporto de Las Vegas. Suas aeronaves ficam paradas em um terminal isolado com um esquema de segurança extremamente reforçado. Parece exagero,mas na verdade esses aviões tem destinos classificados como “Top Secret” pelo governo americano.

B02 - 300X250 - 1
JANET é composta por uma pequena frota de aeronaves que trabalha para a Força Aérea dos Estados Unidos. O nome na realidade é uma homenagem a esposa do ex-astronauta Neil Armstrong, Janet. As aeronaves são usadas basicamente para transporte militar e de funcionários para a Nevada International Security Site,mas popularmente conhecida como “Área 51”.

O pouco que sabemos

A JANET Airlines tem um histórico bem antigo: Suas operações começaram em 1972 com alguns Douglas DC-6 que permaneceram na sua frota até 1981. Atualmente sua frota é composta por 6 Boeing 737-600 (737-66N), 2 Beechcraft 1900C e 3 Beechcraft King-Air B200C. Todos os aviões são registrados em nome do Departamento da Força Aérea americana,mas curiosamente,os registros revelam que muitas dessas aeronaves já pertenceram a empresas aéreas como a Air China e a China Southwest.

Todos os 737 da JANET são facilmente reconhecidos pela sua pintura branca com uma listra vermelha da altura das janelas que vai de ponta a ponta.

Os voos operam com prefixo “WWW” seguindo de um número de 3 dígitos. Porém, na lista oficial da ICAO, o operador do prefixo “WWW” consta como “Blocked” (bloqueado).

0004459
(Copyright: AirNikon / Airliners.net)

“Breguinhas” na JANET

Antes de renovar a frota para os 737-600,a JANET usava os 737-200 Advanced (popularmente conhecidos no Brasil como “Breguinhas” na época da VASP). Vários desses 737-200 depois foram convertidos para uma versão militar chamada de T-43,usada principalmente para treinamento de Navegadores e Oficiais de Sistema de Combate da USAF.

Um dos 737-200 da JANET que tinha o prefixo N5177C por volta de 1980 ficou parado por um curto período de tempo no Aeroporto Internacional de Frankfurt,na Alemanha, operando pela Keyway Air Transport, que também parecia ter ligação em uma operação conjunta com o governo americando,sendo a Keyway somente uma empresa de fachada. As operações com o 737-200 foram encerradas no dia 6 de Março de 2009 e todas as aeronaves foram enviadas para a AMARG (Aerospace Maintenance and Regeneration Group) na Base Aérea de Davis-Monthan,também conhecido como o cemitério de aviões da força aérea,localizado no Arizona para serem estocados.

2013590
(Copyright: Ashley Wallace / Airliners.net)

Acidente

 

Em todo o seu histórico de oprações,a JANET somente registrou um acidente. No dia 14 de maio de 2004,um Beechcraft 1900 caiu durante uma aproximação na Tonopah Test Range Airport (ICAO: KTNX , IATA: XSD) após o piloto sofrer um ataque cardíaco. 5 pessoas, incluindo o piloto, foram mortas no acidente.

 

Zero Hora

Oportunidades de emprego

Que tal ser piloto ou comissário da única companhia aérea do mundo que tem acesso à Área 51? Bom,não é tão impossível quanto parece!

Em 2010,a URS anunciou que estaria contratando comissários de bordo com base em Las Vegas. Um dos requisitos para a vaga era passar por uma  Single Scope Background Investigation (que basicamente é uma investigação sobre aonde você trabalhou,estudou,se participou de algum tipo de organização envolvendo afiliados,aonde morou,qual o status financeiro,antepassados criminais,entre outras coisas) para obter uma autorização de segurança Top Secret.

Também uma vaga de emprego para co-piloto de 737NG (Next Generation) foi publicada. Alguns dos requisitos incluíam: Ficha médica impecável,2000 horas em aeronaves de asa fixa,sendo pelo menos 1000 delas em uma aeronave turbofan ou turboprop. De preferência,o candidato também deveria possuir experiência em aeronaves de alta performance,caças por exemplo.

Basicamente,hoje a JANET possui 11 aeronaves. Não é de se estranhar que tenham poucas informações disponíveis sobre a JANET Airlines, mas com o pouco que sabemos,podemos ter uma certeza: Quem trabalha dentro desses aviões com certeza já viu coisas que jamais imaginaríamos ver.

2054579
(Copyright: Je89 W. / Airliners.net)
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
- Anúncio -
RWY
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here