Expansão do terminal de New Orleans é adiada para fevereiro de 2019

0

BELO HORIZONTE – A abertura do novo terminal do Aeroporto Internacional Louis Armstrong (MSY), em New Orleans (EUA), foi adiada para fevereiro de 2019, para permitir que todos os 35 portões de embarque do novo projeto de expansão estejam prontos. Esta mudança gerou um custo de US$ 993 milhões.

LEIA TAMBÉM: Iniciadas obras de grooving na pista principal do Aeroporto de Belém 

A construção começou em janeiro de 2016 com o projeto anterior de 30 portões de embarque e estava previsto para ser inaugurado em 1º de outubro de 2018, gerando um custo de US$ 807 milhões. O plano foi recentemente ampliado para 35 portões, com cinco portões adicionais instalados em uma ala separada, para suportar o aumento inesperado de passageiros e na demanda das companhias.

Com a conclusão das obras, o terminal comportará cerca de 6,23 milhões de passageiros, um aumento de 18% em relação ao antigo terminal, com capacidade para 5,28 milhões. As companhias adicionaram um aumento de 7% nos assentos no Aeroporto de Armstrong, aumentando a frequência de voos com aeronaves maiores e novos destinos.

As companhias aéreas serão as responsáveis ​​pelo pagamento do serviço do novo terminal. Elas garantem que o aeroporto terá um aumento significativo anualmente. Ele se concentra em aumentar a receita de alimentos e varejo para reduzir os custos das companhias aéreas e atrair mais voos.

Mark Reis, diretor interino da aviação americana, diz: “em última análise, da forma como o nosso contrato de arrendamento com as companhias aéreas funciona, elas vão acabar pagando o aumento dos custos da dívida como parte de suas taxas e encargos”. Todos os portões estão em áreas de segurança, ao invés da mistura atual, com portões separados da época em que foram feitos no terminal existente. O projeto também inclui um estacionamento para 2.190 carros, uma usina central e uma área de transporte terrestre.

Redação – Aeroagora

RWY

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here