Frontier Airlines e Silver Airways irão suspender operações em Cuba

0

BEL0 HORIZONTE – A Frontier Airlines e a Silver Airways estão deixando de operar em Cuba, alegando que outras companhias aéreas estão adicionando muitos voos à ilha e fazendo com que as rotas não sejam rentáveis.

LEIA TAMBÉM: Etihad Airways anuncia voos com o Airbus A380 entre Abu Dhabi e Paris

As companhias aéreas dos EUA se apressaram a iniciar voos para Cuba no ano passado, depois que o ex-presidente Barack Obama permitiu o serviço comercial pela primeira vez depois de meio século, mas devido a grande procura em Cuba, o excesso de novos voos superou a demanda, resultando em muitos assentos vazios.

A Silver afirmou que encerraria o serviços em Cuba a partir dia 22 de abril, seis meses depois de ter começado a voar entre Fort Lauderdale (FLL), Camaguey (CMW) e Cienfuegos (CFG). Vários de seus destinos cubanos também são servidos por grandes operadoras.

A porta-voz, Misty Pinson, diz: “o número de assentos em aviões entre os EUA e Cuba quadruplicou, as companhias acrescentaram muitos voos, muitos deles com grandes aviões”. “A Frontier Airlines cancelará seu voo diário entre Miami e Havana em 4 de junho”, disse o porta-voz Jim Faulkner, devido à forte concorrência e os custos mais altos do que os esperados para prestar serviço no aeroporto de Havana.

As maiores companhias aéreas não ficaram imunes. American Airlines reduziu a frequência de voos diários para Cuba de 13 a 10,  com aviões menores em alguns voos. A JetBlue tirou cerca de 300 assentos por dia, usando aviões menores.

O serviço aéreo comercial ajudou a alimentar um bom histórico na viagem dos EUA à Cuba. Cerca de 285 mil turistas visitaram o país em 2016, um aumento de 76% a partir de 2015. O Governo cubano disse que os visitantes dos EUA aumentaram 125% em janeiro.

Redação – Aeroagora

RWY

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here