Greve dos controladores franceses causaram mais de 1.500 cancelamentos de voos

0
Foto: Mathieu Marquer

BELO HORIZONTE – A greve dos controladores de tráfego aéreo francês causou um recorde de 1.500 cancelamentos de voos, segundo a estimativas do grupo de aviação comercial Airlines for Europe (A4E).

LEIA TAMBÉMCEO da SkyWest adverte pela falta de pilotos e possíveis grandes cortes

O órgão da indústria, que representa as maiores companhias aéreas da Europa, disse que a paralisação, entre 6 a 10 de março, afetou mais de 1 milhão de passageiros e levou a mais de 5.300 horas de atrasos. O diretor geral da A4E, Thomas Reynaert, descreveu o impacto sobre os passageiros como devastador e apelou mais uma vez as decisões políticas europeus e franceses para minimizar a perturbação da greve, sem afetar o direito fundamental de greve dos controladores.

As potenciais propostas de solução pela A4E incluem a exigência de um período mínimo de notificação de 72 horas e permitir que os voos em espaço aéreo superiores continuem. A paralisação foi um dos maiores ataques de controladores na Europa, afetando os centros de controle em Brest, Bordeaux e Marselha. A ação forçou as companhias aéreas a cortarem seus voos franceses em 25% e interrompeu os serviços que sobrevoam a França, incluindo ligações do Reino Unido e da Itália, Suíça e Espanha, provocando longos desvios.

A A4E pediu aos passageiros que assinassem sua petição, para que a interrupção da greve fosse minimizada, acrescentando que as greves dos controladores tiveram um impacto de 12 bilhões de euros, cerca de 12,8 bilhões de dólares, no PIB da União Européia nos últimos sete anos.

Thomas Reynaert alega que “os viajantes podem se unir e deixar sua frustração sobre as contínuas interrupções de viagem, que sustentam nossa petição, para a retomada dos voos. Apresentaremos esta petição em Bruxelas para exortar a Comissão e o Parlamento da União Europeia para tomarem finalmente as medidas necessárias”.

Redação – Aeroagora

RWY

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here