Acionista da Avianca quer barrar parceria com a United

0
Foto: joseacampelo

VITÓRIA – Um dos acionistas minoritários da companhia aérea colombiana Avianca quer impedir que a parceria com a United Continental se firme, pois ela beneficiaria somente a acionista maioritária da empresa colombiana.

LEIA TAMBÉM: Divisão de cargas da Delta Air Lines lança rastreamento por GPS para encomendas expressas

Na última terça-feira (28), a empresa de investimentos e segunda maior acionista do grupo Avianca, Kingsland, entrou na justiça americana contra Germán Efromovich, que é o principal acionista da companhia aérea e dono do conglomerado Synergy.

A Avianca atualmente é uma das maiores empresas aéreas da América Latina e também é uma empresa de interesse para as companhias norte-americanas que pretendem expandir suas rotas na região sul-americana.

Segundo a Kingsland, a parceria entre a Avianca Colômbia e a United Continental só traria vantagens ao grupo Efromovich. A empresa ainda afirmou que a parceria entre as duas companhias aéreas foi feita “de forma secreta”.

Após muitas especulações sobre parcerias entre a empresa aérea colombiana e outras companhias, como a Delta e a Copa Airlines, a Avianca anunciou no início de janeiro, através de um comunicado, que ela estaria avançando o acordo com a norte-americana United Continental.

Analistas do Bancolombia disseram que o acordo entre as companhias traria resultados positivos para a Avianca, apesar de não saberem ao certo quais são os termos ou o aumento de capital. Os analistas ainda afirmaram que o acordo está “clareando o cenário de curto prazo de sua alavancagem financeira, fornecendo recursos para cumprir suas obrigações de curto prazo e desalavancando seu balanço financeiro”.

Redação – Aeroagora

 

RWY

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here