Lufthansa entra em acordo para terminar longa disputa com pilotos

0
Foto: Danny Yu

RIO DE JANEIRO – A companhia aérea alemã Lufthansa fechou um acordo para resolver um amargo conflito trabalhista com pilotos que, ao longo de cinco anos, custou cerca de meio bilhão de dólares e inúmeros voos cancelados.

LEIA TAMBÉMGOL vende cinco aeronaves à Awas Company

A empresa, em conjunto com o Sindicato Cockpit, anunciou na quarta-feira (15) que concordaram com a proposta de um novo acordo salarial para cerca de 5.400 pilotos. No certame, haverá um aumento de salário total de 8,7 por cento em quatro etapas e um pagamento único de 30 milhões de euros (31,7 milhões de dólares) que se traduzirá em cerca de 5.000 euros a 6.000 euros por empregado. O novo acordo estará em vigor até o fim de 2019.

Markus Wahl, porta-voz do Sindicato Cockpit, disse que os negociadores haviam concordado com a proposta, mas que caberia aos sindicatos concordarem para enfim firmá-la. Os conflitos laborais entre as duas partes estavam em andamento desde 2012, com o sindicato realizando um total de 14 greves, custando à Lufthansa cerca de 500 milhões de euros, informou a agência DPA.

Apesar de concordar com a proposta de reajuste de salário, a DPA informou que várias outras questões trabalhistas permanecem abertas, tais como pensões e pagamentos de transição para os funcionários, e que mais greves permanecem possíveis.

Redação – Aeroagora

RWY

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here