Voo da United Airlines é desviado por conta de racismo

0
Foto: Wikipedia

SÃO PAULO – No último domingo (1), o voo UA870 da United Airlines que partiu de Sydney na Austrália, para São Francisco na Califórnia, foi desviado para Auckland na Nova Zelândia, quando um o passageiro reclamou ter que se sentar entre duas pessoas de origem indiana ou paquistanesa.

LEIA TAMBÉM: Asas de Boeings da Air France e da PIA se colidem em solo no Canadá

De acordo com Neil Kay, um dos passageiros que presenciou o ocorrido, o passageiro estava sentado entre dois homens amigáveis. “Eu acho que eles estavam apenas dizendo em sua língua nativa, solicitando um tipo de caneta para assinar alguns dos documentos de chegada”, completou.

Foi quando, segundo Kay, o passageiro se enfureceu: “Ele se levantou e começou a reclamar sobre os dois passageiros, solicitando que a tripulação tomasse providências”. Dois tripulantes da United Airlines então confrontaram o passageiro para acalmá-lo, mas o passageiro continuou irredutível.

O passageiro de origem americana, de aproximadamente 42 anos, seguiu com os insultos até a chegada do capitão do voo, que resolveu profissionalmente o problema. Entretanto, o voo teve que ser desviado para Auckland e o autor da confusão mantido em custódia policial.

Para ajudar com a parada não planejada, a United Airlines cobriu os custos do hotel de uma noite para os 252 passageiros a bordo e o voo decolou novamente para São Francisco no dia seguinte. O americano que forçou a companhia americana a fazer um pouso não programado, não será acusado criminalmente pela suas ações.

Redação – Aeroagora

RWY

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here